Arquivo da tag: kundalini da Terra

O que fazer enquanto esperamos pela transição

A Era de Cristal se aproxima, independente de nossa vontade. Não adianta negar: há algo de diferente na conduta geral, ou mais exatamente, no nosso modo de sentir as situações ao redor.

Nosso desejo de mudança nos pede para agirmos; por isso, podemos nos pegar dando uma volta de 180 graus na vida que vivemos até agora…

Muitos de nós estão esperando pelo grande tempo das novas oportunidades de crescimento; por uma época onde poderemos ser, verdadeiramente, quem somos, sem os laços de culpa, karma, medo e dor. Ou seja: é a melhor época para estar aqui, neste planeta!

Mas enquanto esse dia não chega, por outro lado, podemos nos sentir angustiados e atormentados!

Alguns de nós estão realmente tão cansados dos padrões deste velho mundo que pensam em desistir e terminar logo suas missões… Assim, passam dos limites: comem e bebem mais do que devem, dormem mais do que precisam, consomem suas energias – trabalhando, discutindo, convencendo, etc. – até que não sobre mais nenhuma gota de energia interna. Estes, parecem querer usar os últimos minutos e recursos pessoais para não sentirem que estão perdendo tempo.

Outros, estão paralisados, como os marinheiros à espera de um vento que empurre suas naus.

A terceira semana de dezembro de 2012 é o marco inicial, o ponto de partida para a ativação da Kundalini da Terra, que curiosamente, está relacionada ao final do calendário Maia. Eles sabiam dos ciclos, e é disso que se trata: não um final absoluto, mas um recomeço explícito. O alvorecer da época do desenvolvimento pleno dos potenciais individuais, com vistas ao bem comum.

Para os que têm tendências apocalípticas, é uma péssima notícia: não, não é o fim do mundo e sim, uma volta, espiral acima, na cadeia da evolução.

Mas de forma objetiva, se é que nos sobrou um pingo de autopercepção em meio a tantas incertezas, como é que podemos nos preparar, enquanto a ativação não vem?

  • Perdoe: solte as amarras, deixe que as algemas da dor, do ódio, da injustiça, do medo, do mal, soltem-se em direção a sua liberdade. Você não precisa fazer isso pessoalmente, se não puder, ou quiser. Pense naquela mágoa e deixe que se transforme em Luz. Perdoar: para doar, dar, se desfazer. Esse é o espírito da coisa;
  • Solte: coisas, situações, pessoas, mágoas, dores, medos. Deixe que partam de seu corpo e de sua mente. Para que tanta bagagem? Quanto você utiliza, de verdade, diariamente? Faça as malas e seja parcimonioso!
  • Separe: tenha clareza para distinguir entre o que está alinhado à nova energia e o que pertence ao velho padrão. A ajuda do Universo está disponível; nunca tivemos tanta certeza do que nos faz bem e do que nos prejudica, como agora. Aproveite este momento único, onde uma luz direta incide sobre tudo o que nos cerca, para definir o que quer levar consigo para a Era de Cristal… dentro do coração, como suporte e esteio de crescimento individual;
  • Ilumine: talvez esse seja o verdadeiro motivo de você estar vivendo neste tempo e neste espaço. Se já acordou do sono do velho mundo e está ansioso para o dia da transição, você é hoje um farol e pode sim, auxiliar aos que ainda não acordaram. Mas com cuidado: como é que acordamos alguém? Gritando e impondo o toque de alvorada, ou tão amorosamente, que arrancamos um sorriso terno daquele que estava dormindo? Explique, sem impor. Comunique, sem amedrontar. Desperte, sem assustar. Você, que já acordou, sabe fazer isso…
  • Espere: virar a vida de ponta-cabeça pode não ser benéfico, se bem que a decisão de mudar é uma motivação e tanto! Não sentimos, ainda, o fluxo de energia da Era de Cristal. Pode ser bem sensato seguir sua rotina e estar preparado para receber toda a energia que virá, mas que não conhecemos, por enquanto. Por isso, considere seus impulsos como sementes e aguarde o tempo propício para plantá-las;
  • Acalme-se: medo e ansiedade fazem parte do velho padrão, que ainda vivemos. E não sejamos imaturos: não é de um dia para o outro, instantaneamente, que uma semente vira árvore. Se você estiver com a energia de uma criança na noite anterior ao aniversário, poderá frustrar-se e acabar por desacreditar do que vê, ou nem sentir, a verdadeira transição. Aquiete seu coração e esteja receptivo para o que vier.

Nunca disseram que será fácil… e também não falaram que será difícil…

Escolha seu recomeço com a certeza de que está no tempo, espaço e padrão perfeitos para o que virá.

Estamos a dois minutos do fim do horrível jogo no qual nós mesmos nos escalamos. Já é hora de acabar, não acha? Se você quer o abraço da torcida, as palmas da conquista, a medalha dos vitoriosos, esteja preparado: sua busca terminou e a festa vai começar!

O Universo inteiro sabe que lutou muito para acordar e que agora, todo o time de gente de Luz une-se contra… ninguém!

Chega de lados opostos, de batalhas, de técnicos dando ordens, de provar sua competência para continuar jogando. Os que conseguiram estar aqui estão aptos e os que ainda não entenderam as regras do antigo jogo, onde ser útil, coletivamente, valia todos os pontos da partida, não terão com quem disputar.

Por quê?

Porque não queremos mais ter oponentes! Porque não lutaremos mais por espaço. Porque não precisaremos mais mostrar que somos “ferozes” para impormos respeito!

Nossa próxima “brincadeira” é um quebra-cabeças que montaremos juntos: primeiro, para organizar a bagunça que fizemos no intuito de consertar as coisas, sem êxito, é verdade… Depois, para vivenciar o prazer de construir em conjunto, dando ênfase às habilidades individuais e tendo como produto final, um lindo, magnífico, perfeito e útil quadro que servirá a todos, não só como obra de arte, mas como mapa de ação.

Trace sua estratégia neste espaço de transição e enquanto aguarda a chegada de seus iguais, seja Luz!

Anúncios

1 comentário

Arquivado em Geral

Explicação Geral: Era de Cristal e Veículo Interdimensional

1. O início

No ano 2000, logo após a constatação de que “nada de muito diferente” acontecera com o mundo — o tão falado Apocalipse, as mudanças radicais na energia do planeta e todos os outros assuntos ligados a um novo começo — um casal, na cidade de São Paulo, começava a ter contato com mensagens canalizadas, enviadas por energias que se denominavam “Formas Pensamento”.

As informações transmitidas variavam sobre assuntos relacionados à energia, eletromagnetismo, função e objetivo dos seres, cura e transição planetária.

Não diziam, porém, nada que pudesse ser ligado aos fatos e eventos do cotidiano… Antes, requeriam um tanto de conhecimento que no momento, não estava ao alcance dos dois aprendizes, que esforçavam-se para compreender conceitos que, de tão simples, pareciam inatingíveis, e ao mesmo tempo, esforçavam-se para tentar vinculá-los a algo que fizesse sentido, para este tempo e esta dimensão.

Mesmo assim, ambos — ela, canalizando e ele registrando e fazendo perguntas — estavam cientes de que esse ensinamento seria necessário para passos futuros.

Muitos anos de registro depois, já em 2012, o grupo de comunicadores foi trocado: já não eram mais Formas Pensamento — ou mais exatamente, energias com potencial de conhecimento, mas sem experiência de vivência dimensional — e sim, seres originários das Plêiades, com uma função definida e definitiva: preparar o maior número de pessoas para o salto evolucionário e início de uma nova era.

As comunicações dos Pleidianos eram claras e objetivas; nosso tempo como humanos Aprendizes chegara ao fim e a próxima etapa, como Mestres, daria ao Planeta Terra a verdadeira importância no Universo, que passaria a ser, ao invés de um local de provas e expiações, um maravilhoso espaço de troca e evolução.

Fim? Apocalipse? Nova Era?

Como assim?

2. Uma nova era para o planeta

A primeira mensagem dos pleidianos era uma convocação: daquele momento em diante, eles estariam vinculados a um trabalho de construção do veículo para o acesso à quinta dimensão.

Isso lhes pareceu mais do que estranho, mas como “missão dada é missão cumprida”, os dois trataram de envolver outras pessoas e se colocaram à disposição para realizar a tarefa.

Foi dito a eles que no mundo todo, diversos grupos estavam trabalhando com os diferentes aspectos da mesma questão e que no final do ano de 2012, tudo estaria pronto e o quebra-cabeças seria solucionado.

Assim, começaram os encontros aos sábados, na cidade de Embu das Artes, São Paulo, nos quais as explicações sobre a evolução planetária eram dadas e o veículo interdimensional, contruído individualmente.

Ao longo dos meses, as diretrizes dos pleidianos foram confirmadas: de zero material na internet sobre os temas específicos que eles abordavam, começaram a surgir centenas de cartas, mensagens e comunicações de outras partes do planeta Terra, com as mesmas informações! Tudo estava em ordem e em consonância com as mensagens recebidas pelo casal, que agora, contava com a ajuda de outros trabalhadores de Luz, tanto para os encontros, quanto para a construção do veículo…

3. A Evolução Planetária

Para entender a relevância deste momento pelo qual estamos prestes a passar, é preciso explicar sobre os ciclos de Evolução Planetária.

Assim como nós temos, individualmente, chakras espalhados pelo corpo, com funções específicas, a Terra, como corpo vivo e independente, também os tem.

Um deles, referente a sua Kundalini, é um chakra móvel, de dimensão inexplicavelmente grande e que, de tempos em tempos, “caminha” pela malha energética do planeta, posicionando-se em locais geográficos específicos.

A cada período entre os trajetos, é dado o nome de Era.

Desta forma, há 26 mil anos, a kundalini da Terra estava localizada na região da Atlântida e constituía a principal fonte de poder irradiador de energia.

Como explicado anteriormente, estes períodos são cíclicos e duram aproximadamente 13 mil anos.

Por isso, no ciclo seguinte, a kundalini deslocou-se para a região do Tibet e por lá ficou, por mais 13 mil anos…

No ano de 1985, esta grande “cobra de Luz” começou a deslocar-se do Tibet e posicionou-se, finalmente, numa região exata na América do Sul — e já adiantamos que não se trata de nenhum local no Brasil — onde aguarda o momento de ativação.

Podemos perceber que o local de permanência da kundalini da Terra é de suma importância para toda a evolução do planeta. Estando, por exemplo na região do Tibet no último ciclo, irradiou poder suficiente para que toda a base cultural e filosófica do Oriente se disseminasse e dali, não apenas do ponto exato do Tibet, mas de toda a região, surgissem mestres que foram condutores de uma mudança evolucional significativa.

Agora, ela estará na America do Sul, o que também relaciona este conhecimento ao que conhecemos como Calendário Maia!

Como amplamente divulgado nestes últimos anos, os maias detiveram o conhecimento de um calendário cósmico, com ciclos de…. aproximadamente 13 mil anos!

Seria este, o motivo de terem interrompido a contagem: a mudança de era e chegada da kundalini da Terra ao seu novo local de ação?

4. A ativação da kundalini da Terra

A kundalini da Terra está posicionada na América do Sul, em repouso, já há agum tempo.

Sua longa trajetória, desde o Tibet, foi auxiliada por todas as tribos do planeta, que com seus rituais “empurraram a energia”, tanto no nível desta dimensão, como em outras esferas.

O papel dos guardiões de energia, pajés, xamãs e curadores do planeta, num todo, foi de fundamental importância para que ela chegasse ao seu local de destino e, consciente, ou incosncientemente, todos aqueles que realmente se conectam com os ciclos terrestres, as estações, as lunações e movimentos naturais, foram responsáveis pelo deslocamento.

Assim, neste exato momento, a kundalini está em repouso, aguardando o momento exato de ativar-se, o que acontecerá na terceira semana de dezembro, deste ano de 2012.

Para que você possa imaginar um evento desta proporção, vamos nos utilizar de um exemplo comum aos nossos dias: uma lâmpada de vapor de sódio…

Existem algumas lâmpadas no mercado que, depois de acesas, parecem precisar de um tempo para chegar ao seu pleno potencial. Na hora em que são ativadas por um interruptor, fornecem luminosidade, mas apenas depois de alguns minutos, realmente iluminam o tanto que prometiam.

Da mesma forma, ocorrerá com a kundalini da Terra, até porque, não seríamos capazes de aguentar, energeticamente, a potência máxima, de uma só vez! Por isso, o cronograma de ativação é o seguinte:

  • Terceira semana de dezembro de 2012: ativação (o interruptor é ligado)
  • Terceira semana de fevereiro de 2013: potência plena (iluminação total)

Na prática, a data de ativação coincide com o final do calendário maia, porque o dia 21 de dezembro está na terceira semana de dezembro, e as mensagens referentes a este período, dão conta de que será uma fase de muitas transições.

Porém, em momento algum foi dito pelos pleidianos que os eventos da ativação serão catastróficos. Com certeza absoluta, estão muito mais ligados ao tom emocional de cada indivíduo, do que aos acontecimentos em massa.

É importante salientar que as pessoas já estão sentindo os efeitos do deslocamento e a fase de preparação antes da ativação: ou através de uma sensação de desânimo, que beira a depressão, ou, por outro lado, com uma energia de euforia que lembra a urgência, como se “algo” precisasse ser feito antes da ativação. Isso passa por sintomas de inquietação, confusão mental, percepção de falta de tempo hábil e tendência à realização de multitarefas, infelizmente, sem as devidas conclusões…

A mensagem dos nossos irmãos pleidianos sobre isso, também é clara: “aquietem-se e acalmem seus corações… Mantenham-se tranquilos e prontos para agir; observem seus limites claramente: não abusem de absolutamente nada e parem muito antes da esfera do “saciado”… Os corpos físicos sofrerão as mudanças, logo depois do emocional e precisam estar em pleno funcionamento para que não sofram, indevidamente”.

Aliás, o objetivo é parar com o sofrimento de qualquer espécie e transformar, cada ser que aqui habita, num cidadão Cristal…

5. A Era de Cristal

Aos próximos 13 mil anos, os pleidianos denominam Era de Cristal.

O motivo para tal relação semântica é o fato de cada indivíduo deste novo tempo pensar, comportar-se e atuar como um cristal que reflete a luz e ao mesmo tempo, é absolutamente transparente quanto ao que pensa, sente e faz.

Não haverá mais espaço para o ego, e isto não quer dizer perda de individualidade; ao contrário, é um irmanamento consciente e a plena utilização de todo potencial de cura e desenvolvimento, mas agora, não apenas para si, e sim, numa atitude reflexiva, que envolve a todos.

Quando pensamos em toda a dificuldade de viver neste planeta, neste tempo, nesta dimensão na qual nos encontramos, nosso filtro automaticamente se volta para o lado negativo: guerra, violência, fome, doenças, falta de recursos, pobreza em todos os sentidos…

Porém, por outro lado, nenhuma ação voltada ao bem passa despercebida no Universo. E são muitas as pessoas que dedicam-se à evolução… Se você não é uma delas, certamente conhece alguém…

Se não estivéssemos fazendo nossa “lição de casa”, de um jeito ou de outro, a Terra usaria sua prerrogativa de Grande Mãe e nos daria o castigo merecido! Não é o caso: o bem aparece sim; a Luz é mais importante; cada pequena ação em benefício do todo é vista como muito mais do que importante e as más ações não são valorizadas no plano geral de desenvolvimento.

Ganhamos o “presente evolucionário”, e nos próximos 13 mil anos,  nos dedicaremos a construir o mundo ideal que sempre desejamos no fundo dos nossos corações, naquele ponto exato em que pensamos: “será que nada do que vivemos pode ser isento de sofrimento?”

Pode! E mais: estamos muito perto disso.

Você, certamente, perguntará:

“— Rapidamente, assim como macarrão instantâneo? De uma só vez, logo depois da terceira semana de fevereiro?”

A resposta dos pleidianos é:

“Tão rapidamente quanto conseguirem. Uma das consquistas é justamente a ausência de limites. O principal diferencial será o acesso à quinta dimensão. Isso, abre todas as possibilides. Mas quanto ao tempo… Tempo, não será mais um problema…”

6. A quinta dimensão

Do ponto onde nos encontramos agora, limitados ao tempo e ao espaço e principalmente, sem acesso ao nosso espaço interno, fica quase que impossível entender o que é a quinta dimensão.

Quando perguntados objetivamente “onde é” esse local, os pleidianos respondem:

“— Estiquem suas mãos!”

Isso parece absurdo, mas a própria ciência se refere à quinta dimensão como uma camada extra e já existente, cujo acesso, se fosse possível, seria imediato.

O assunto pode ser tratado usando mais um exemplo do cotidiano de nossa civilização: a mudança do sistema de televisão de analógico para digital, ou HD – Hight Definition.

É uma questão de sintonia: vemos os detalhes que anteriormente não eram percebidos; há nitidez, definição, maior alcance. E podemos nos perguntar: “existem imagens diferentes”? Claro que não! Vemos o que sempre esteve lá, agora, nitidamente.

Tão importante quanto: “vemos” para fora, mas “vemos” para dentro!

Quão grande é o universo dentro de nós?

A quinta dimensão também tem relação com comunicação instantânea, cura imediata, integração com outros seres, compreensão de processos, domínio de tempo e espaço e informações acessíveis, ininterruptamente.

Para fora e para dentro… Dentro de si mesmo e dentro dos outros… Fora desta terceira dimensão e dentro de outras… Com todas as combinações que resultarão disso!

As outras consequências práticas e imediatas da entrada na quinta dimensão serão explicadas ao longo das próximas semanas, em artigos dentro do Clube Somos Todos Um.

De qualquer forma: com ou sem elas, é fato que estamos próximos do momento mais glorioso de nossas existências terrenas!

Este, é o melhor tempo para se estar vivo!

7. O veículo interdimensional

As explicações anteriores tiveram como objetivo dar um panorama geral do momento pelo qual estamos passando e introduzir o conceito de
“veículo interdimensional”.

Os pleidianos, depois de explicar cada aspecto da Era de Cristal, da quinta dimensão e da kundalini da Terra, apresentaram uma forma real de acesso à quinta dimensão, mesmo antes da ativação da energia da Terra.

Esta é a missão do grupo de São Paulo e será complementada pelas informações passadas aos outros grupos, ao redor do mundo.

O veículo interdimensional é um aparelho energético, formado a partir dos centros de força de cada indivíduo e constitui-se, depois de formado, no oitavo Chakra.

Não poderia ser diferente! Se os centros de energia que temos nos corpo, atualmente, nos fornecem as possibilidades de evolução plena na terceira dimensão — usando-os corretamente, ou não, todos temos as mesmas condições — para que ingressássemos na quinta dimensão precisaríamos de um “upgrade”.

“Nada vem do nada”, uma das frases muito bem explicadas no livro Cartas de Cristo, dá o tom deste processo: com os nossos próprios chakras, os sete principais que já estão completamente ativados e em funcionamento nesta era ainda não terminada, formamos o oitavo, este sim, com condições de acessar a quinta dimensão e nos ajustar energeticamente para a carga que a kundalini da Terra emanará a partir de fevereiro de 2013.

O processo é simples e realizado apenas uma vez. Não requer nenhum tipo de ritual, nem crenças em quaisquer conceitos, científicos, religiosos ou filosóficos.

Como tudo o que vem dos irmãos cósmicos, trata-se de energia, uma vez que já superaram as barreiras dos dogmas e entendem que crenças são positivas,  mas apenas necessárias enquanto não estamos conectados diretamente com a Fonte, sem intermediários.

Até agora, o grupo de São Paulo realizou a formação do veículo em todos que estiveram lá, presencialmente.

Porém, com a rápida passagem do tempo, e um calendário que parece virar mais rápido do que o comum, além do aporte de outros trabalhadores de Luz que estão em seus postos, respondendo ao chamado e cumprindo suas funções, um novo método de formação do veículo foi autorizado, para que o maior número de pessoas já estivesse com o seu, antes da ativação.

Assim, o grupo disponibilizará um audio, com a matriz energética fornecida pelos próprios pleidianos, para que cada um que deseje, prepare seu veículo e já esteja com ele, na ativação.

Ele serve, além disso, para ajustar a carga energética que receberemos durante a ativação (entre dezembro de 2012 e fevereiro de 2013) e não sejamos sobrecarregados.

Todos os procedimentos serão passados, sem nenhum “truque”, nem “certificados e diplomas”, “workshops, seminários ou vivências”, “livrinhos e manuais” e o principal: gratuitamente, como tem sido desde o início desta missão.

Aliás, este é um ponto fundamental que norteia todo o trabalho dos grupos cósmicos, no planeta Terra: nada que é indispensável pode ser cobrado.

Porém, as etapas para a formação do veículo devem ser cumpridas à risca: consistem de um alinhamento energético — físico e emocional — uma dieta de bebida alcoólica e qualquer tipo de elemento tóxico que antecede e precede a formação do oitavo chakra; a própria formação do veículo e um exercício de contato com a quinta dimensão interna, chamado “Espaço do Coração”.

Isto será totalmente explicado, por áudio, vídeo ou instruções escritas, nos próximos dias, no site Era de Cristal do STUM.

Além do mais, apenas a formação individual do veículo foi autorizada, por medida de segurança, o que quer dizer, exatamente, que cada um fará apenas o seu e se você estiver interessado em aprender a fazer o veículo em outras pessoas, deverá  encontrar-se pessoalmente com os membros do grupo de São Paulo, ter contato com os conceitos que envolvem esse procedimento energético e só aí, estará apto a formar o veículo em outras pessoas.

Muitos seres ficam inseguros quanto à autorealização do processo ou podem ter limitações físicas, de concentração, idade, ou problemas de saúde. Justamente por este motivo, o “como fazer” em outras pessoas é passado presencialmente e requer ações diferenciadas, por questões de segurança energética, tanto em quem aplica, quanto em quem recebe. Estes são os únicos motivos de não preparamos um tutorial para aplicação em outras pessoas. Não se trata, de forma alguma, de algum tipo de talento especial para fazê-lo.

Não é preciso esclarecer, mas é bom: isso também é totalmente gratuito…

8. Agenda de trabalho

A missão do grupo de São Paulo está relacionada com a mudança de Era no que diz respeito à construção veículo.

Para que isso seja executado, duas ações principais são desenvolvidas:

  1. Transmissão de informações através da internet, no site STUM
  2. Encontros presenciais em Embu das Artes, São Paulo, aos sábados, entre 9:00 e 16:00 horas, até o dia 15 de dezembro de 2012.

Você pode participar do trabalho de três formas:

  1. Divulgando as informações do site entre sua lista de contatos;
  2. Participando presencialmente do encontro e tendo o seu veículo formado pelo grupo, para depois divulgar sua experiência entre seus contatos;
  3. Aprendendo a formar o veículo e aplicando o processo em outras pessoas.

As dúvidas específicas podem ser tiradas através do email: eradecristal@gmail.com , mas preferimos que estejam atentos às informações do site e acompanhem os tutoriais que estarão à disposição.

Se você tem uma conta no Facebook, pode participar do grupo e conhecer mais pessoas como você. O acesso é por aqui.

Seja Luz!

2 Comentários

Arquivado em Sobre o Trabalho