Mudança de enderço

Trabalhadores de Luz!

Nosso blog mudou de endereço!

Estamos agora em: http://eradecristal.org

O espaço é maior, cabem mais artigos, mídia e páginas.

Esperamos que gostem. Por favor, atualizem os seus navegadores.

Este blog ficará por aqui, mas importamos todas as informações, inclusive os comentários, que a partir de 29 de outubro, estarão trancados.

Ou seja: pegou suas coisa? Então venha com a gente!

Nos vemos lá!

Deixe um comentário

Arquivado em Geral

O que fazer enquanto esperamos pela transição

A Era de Cristal se aproxima, independente de nossa vontade. Não adianta negar: há algo de diferente na conduta geral, ou mais exatamente, no nosso modo de sentir as situações ao redor.

Nosso desejo de mudança nos pede para agirmos; por isso, podemos nos pegar dando uma volta de 180 graus na vida que vivemos até agora…

Muitos de nós estão esperando pelo grande tempo das novas oportunidades de crescimento; por uma época onde poderemos ser, verdadeiramente, quem somos, sem os laços de culpa, karma, medo e dor. Ou seja: é a melhor época para estar aqui, neste planeta!

Mas enquanto esse dia não chega, por outro lado, podemos nos sentir angustiados e atormentados!

Alguns de nós estão realmente tão cansados dos padrões deste velho mundo que pensam em desistir e terminar logo suas missões… Assim, passam dos limites: comem e bebem mais do que devem, dormem mais do que precisam, consomem suas energias – trabalhando, discutindo, convencendo, etc. – até que não sobre mais nenhuma gota de energia interna. Estes, parecem querer usar os últimos minutos e recursos pessoais para não sentirem que estão perdendo tempo.

Outros, estão paralisados, como os marinheiros à espera de um vento que empurre suas naus.

A terceira semana de dezembro de 2012 é o marco inicial, o ponto de partida para a ativação da Kundalini da Terra, que curiosamente, está relacionada ao final do calendário Maia. Eles sabiam dos ciclos, e é disso que se trata: não um final absoluto, mas um recomeço explícito. O alvorecer da época do desenvolvimento pleno dos potenciais individuais, com vistas ao bem comum.

Para os que têm tendências apocalípticas, é uma péssima notícia: não, não é o fim do mundo e sim, uma volta, espiral acima, na cadeia da evolução.

Mas de forma objetiva, se é que nos sobrou um pingo de autopercepção em meio a tantas incertezas, como é que podemos nos preparar, enquanto a ativação não vem?

  • Perdoe: solte as amarras, deixe que as algemas da dor, do ódio, da injustiça, do medo, do mal, soltem-se em direção a sua liberdade. Você não precisa fazer isso pessoalmente, se não puder, ou quiser. Pense naquela mágoa e deixe que se transforme em Luz. Perdoar: para doar, dar, se desfazer. Esse é o espírito da coisa;
  • Solte: coisas, situações, pessoas, mágoas, dores, medos. Deixe que partam de seu corpo e de sua mente. Para que tanta bagagem? Quanto você utiliza, de verdade, diariamente? Faça as malas e seja parcimonioso!
  • Separe: tenha clareza para distinguir entre o que está alinhado à nova energia e o que pertence ao velho padrão. A ajuda do Universo está disponível; nunca tivemos tanta certeza do que nos faz bem e do que nos prejudica, como agora. Aproveite este momento único, onde uma luz direta incide sobre tudo o que nos cerca, para definir o que quer levar consigo para a Era de Cristal… dentro do coração, como suporte e esteio de crescimento individual;
  • Ilumine: talvez esse seja o verdadeiro motivo de você estar vivendo neste tempo e neste espaço. Se já acordou do sono do velho mundo e está ansioso para o dia da transição, você é hoje um farol e pode sim, auxiliar aos que ainda não acordaram. Mas com cuidado: como é que acordamos alguém? Gritando e impondo o toque de alvorada, ou tão amorosamente, que arrancamos um sorriso terno daquele que estava dormindo? Explique, sem impor. Comunique, sem amedrontar. Desperte, sem assustar. Você, que já acordou, sabe fazer isso…
  • Espere: virar a vida de ponta-cabeça pode não ser benéfico, se bem que a decisão de mudar é uma motivação e tanto! Não sentimos, ainda, o fluxo de energia da Era de Cristal. Pode ser bem sensato seguir sua rotina e estar preparado para receber toda a energia que virá, mas que não conhecemos, por enquanto. Por isso, considere seus impulsos como sementes e aguarde o tempo propício para plantá-las;
  • Acalme-se: medo e ansiedade fazem parte do velho padrão, que ainda vivemos. E não sejamos imaturos: não é de um dia para o outro, instantaneamente, que uma semente vira árvore. Se você estiver com a energia de uma criança na noite anterior ao aniversário, poderá frustrar-se e acabar por desacreditar do que vê, ou nem sentir, a verdadeira transição. Aquiete seu coração e esteja receptivo para o que vier.

Nunca disseram que será fácil… e também não falaram que será difícil…

Escolha seu recomeço com a certeza de que está no tempo, espaço e padrão perfeitos para o que virá.

Estamos a dois minutos do fim do horrível jogo no qual nós mesmos nos escalamos. Já é hora de acabar, não acha? Se você quer o abraço da torcida, as palmas da conquista, a medalha dos vitoriosos, esteja preparado: sua busca terminou e a festa vai começar!

O Universo inteiro sabe que lutou muito para acordar e que agora, todo o time de gente de Luz une-se contra… ninguém!

Chega de lados opostos, de batalhas, de técnicos dando ordens, de provar sua competência para continuar jogando. Os que conseguiram estar aqui estão aptos e os que ainda não entenderam as regras do antigo jogo, onde ser útil, coletivamente, valia todos os pontos da partida, não terão com quem disputar.

Por quê?

Porque não queremos mais ter oponentes! Porque não lutaremos mais por espaço. Porque não precisaremos mais mostrar que somos “ferozes” para impormos respeito!

Nossa próxima “brincadeira” é um quebra-cabeças que montaremos juntos: primeiro, para organizar a bagunça que fizemos no intuito de consertar as coisas, sem êxito, é verdade… Depois, para vivenciar o prazer de construir em conjunto, dando ênfase às habilidades individuais e tendo como produto final, um lindo, magnífico, perfeito e útil quadro que servirá a todos, não só como obra de arte, mas como mapa de ação.

Trace sua estratégia neste espaço de transição e enquanto aguarda a chegada de seus iguais, seja Luz!

1 comentário

Arquivado em Geral

A Era de Cristal e a crise vocacional

Sejamos francos…

Você nunca pensou tanto em mudar de atividade profissional, quanto agora, acertamos?Esse, parece ser o sintoma social mais visível destes tempos de transição e está totalmente alinhado com o propósito de crescimento, num nível planetário.

Afinal, para que servirá qualquer tipo de descontentamento na Era de Cristal?

Nos emails que recebemos e através das conversas nos grupos presenciais, notamos que a maioria das pessoas — mesmo aquelas que escolheram suas profissões com e por prazer, porque queriam trabalhar a vida inteira naquilo — está passando por uma crise.

Por outro lado, os poucos que se mantém firmes na escolha, ganham a certeza absoluta de que trilharam o caminho correto: atenderam o chamado desde sempre; pareciam “já saber”!

Conhecemos profissionais muito bem sucedidos que agora, querem voltar a estudar… e mais: trata-se de algo completamente diferente de suas áreas de atuação! Outros, estão às voltas com pesquisas em sites de faculdades, ou desenterram uma habilidade esquecida lá no passado, que não deu frutos nem virou atividade profissional. Aquele hobby ou talento volta a ser foco de atenção e eles estão dispostos a largar o conforto de seus vencimentos em busca do que lhes faz felizes.

Isso não é tão comum, infelizmente. A grande massa de insatisfeitos está com medo e isso é tudo o que não podemos, precisamos, ou devemos sentir.

É claro que há um desconforto e uma angústia nesse processo. Podemos nos dar ao luxo de não saber o que vai acontecer no dia seguinte, ou de não ter dinheiro suficiente para pagar as contas, que sabemos que virão?

Temos nossas dúvidas se essa é a forma correta de abordar a questão.

Esse não é um convite para a irresponsabilidade, porém, precisamos alertá-lo de que tanto o medo, quanto a insatisfação fazem muito mal, em qualquer tempo e principalmente nesse.

Os novos ventos sopram a verdade e nada do que não serve para as nossas vidas se manterá. De uma forma ou de outra, com ou sem a sua interferência direta, o que não lhe faz bem, vai sair de sua vida. É esse o sentimento que você percebe, mesmo que irracionalmente.

Então, que bom que está em dúvida; é maravilhoso que tenha percebido que não quer mais fazer o que faz, profissionalmente, porque tem tempo para planejar o mínimo e para direcionar sua atenção e energia para o que traz felicidade.

Não é tarde para mudar, muito menos para começar. 

Se você não permitir que o medo embote seu pensamento, o fluxo de ideias universais passará diretamente pelo seu coração e o levará à escolha mais adequada e ela só tem relação com felicidade.

Desta forma: pense com o coração e deixe que o cérebro ache uma maneira de colocar as ideias em prática.

Mas, mas, mas… “Mas eu tenho 50 anos e tudo o quero fazer, é dançar…”; “Mas eu sou muito velho para começar uma faculdade de medicina…”; “Mas eu nunca iria entrar no mercado de trabalho com a minha idade…”; “Mas o que eu quero fazer não dá dinheiro”…

Bem, para cada “mas” que você possa achar, há no mínimo, um caso conhecido de sucesso.Concentre-se nisso, pense no macro, imagine que absolutamente tudo o que é realmente importante, não depende de nossa interferência, muito pelo contrário: se tivéssemos que agir, seria um fracasso total.

Para começar, você “acha” que comanda, ao menos o seu corpo… Tomara que não! Desafiamos qualquer um a dar conta de produzir, sincronizada e perfeitamente, as enzimas necessárias para sua digestão, controlar o fluxo sanguíneo e lembrar-se de respirar enquanto adequa a temperatura corporal. E se aumentássemos o desafio para as questões naturais? Como saberíamos o quanto de chuva, vento ou sol deveríamos produzir para o bem estar dos seres do planeta?

Não, não controlamos nada, ainda bem, caro amigo. Mas podemos escolher; isso é nosso, por direito e é tudo o que o Universo espera que façamos.

Assim, vamos nos dedicar a selecionar a atividade, com base no índice de satisfação e deixemos o desenrolar dos fatos sob o controle da Fonte, porque, se realmente optarmos pela felicidade diária, por inteiro e sem reservas, do que precisarmos, poderemos dispor, ainda mais, porquetrabalho, para o Universo, é um presente comum: seu melhor, oferecido ao outro.

Vamos nos dar essa chance?

Seja Luz!

5 Comentários

Arquivado em Sobre a Era de Cristal...

Veículo Interdimensional 3 – perguntas e respostas

- Participei de um dos encontros em Embu das Artes e depois ouvi o áudio. Notei que o processo feito presencialmente é ligeiramente diferente da narração que está aqui. O áudio está correto?
Quando fazemos o processo pessoalmente, usamos as instruções e procedimentos que nos passaram e que asseguram a validade da construção. O áudio foi feito para os que não têm acesso ao nosso local geográfico, mas “por trás” dele, há uma narração com a matriz energética, que foi fundida à gravação principal. Assim, o apoio dado por eles e impresso em som, garante a segurança e eficácia do processo. É também, esse método diferenciado, que ensinamos a todos que vão lá com o objetivo de construir o veículo, presencialmente, em outras pessoas.

- Tenho um amigo que quer fazer o veículo. Posso passar a gravação para ele?
Claro! Porém, fale da necessidade de leitura dos três tutoriais: O Espaço do Coração 1, 2 e 3; Alinhamento Energético 1, 2 e 3 e O Veículo Interdimensional 1, 2 e 3. Ele também precisará passar pelas etapas antes de fazer o veículo.

- Posso tocar o aúdio para uma criança?
Pode, mas ela também deve passar pelo processo de alinhamento e você poderá ajudá-la nisso.

- Quantas vezes devo fazer o veículo?
Uma e apenas uma. Trata-se de relembrar para os chakras, a forma que o oitavo deve ter. Já recebemos essa instrução energética, no nosso nascimento.

- Quando e como vou usar o meu veículo?
Essas informações serão passadas apenas depois da ativação. Temos que esperar até a terceira semana de dezembro, ou quem sabe, a terceira semana de fevereiro de 2013.

- O que acontece com quem não tiver o veículo, depois da ativação?
Muito provavelmente, nada! Mas esse “nada” também compreende a impossibilidade de contato com a quinta dimensão externa, depois da ativação. Em nenhum momento nos foi dito que, da construção do veículo, dependeria nossa vida, segurança, ou felicidade. Assim, estamos nos adiantando, mas cremos que o próprio Universo se incumbirá de cuidar adequada e amorosamente dos que não fizeram a construção, arranjando uma maneira para que se adequem na Era de Cristal.

- Se eu ouvir o áudio sem fazer o alinhamento de três dias, meu veículo será construído?
Não. Trata-se de um processo, como já afirmamos várias vezes.

- Como eu sei se o meu veículo ficou “certo”?
Não há possibilidade de erro, nesse caso. A matriz energética dos pleidianos foi gravada junto com a narração e assim, mesmo que não haja um suporte físico presencial, o objetivo está lá. Além disso, seus chakras sabem o que fazer. Confie neles.

- O que eu vou sentir enquanto estiver fazendo o veículo?
Preste atenção ao áudio. Preste atenção às suas sensações. Não queremos influenciá-lo relatando as impressões dos que já passaram pelo processo.

- Há algum perigo físico nisso?
Não, nenhum.

- Posso não “sentir” nada de diferente? É normal?
Isso dependerá apenas de sua sensibilidade e de seu auto-conhecimento. Só você sabe o que é comum e o que é diferente.

- Posso fazer à noite (em qualquer lua, em qualquer local, tendo feito uma refeição antes, etc.?)
Nada disso influencia este processo. Faça o exercício do Espaço do Coração, faça os alinhamentos de três dias e em seguida do último, construa o seu veículo, ouvindo o áudio.

- Um amigo meu quer construir o veículo mas usa marca-passo. Ele pode?
Não sabemos esta resposta. A lógica nos diz que se a instrução é para tirar todos os aparelhos eletromagnéticos do corpo, teoricamente, não poderia ser feito. No momento adequado, faremos esta pergunta, numa canalização.

Seja Luz!

Leia Também:

Veículo Interdimensional 1 – explicação geral
Veículo Interdimensional 2 – como fazer

4 Comentários

Arquivado em Tutoriais

Veículo Interdimensional 2 – como fazer

Instruções gerais:

  • Antes de construir o veículo através do áudio, você deverá ter feito três dias de alinhamento energético, sendo o último alinhamento, imediatamente antes de ouvir a gravação;
  • Retire de seu corpo qualquer aparelho eletrônico (celular, relógio com bateria, etc.); isso também significa que você ouvirá o áudio através do som externo e não por um fone de ouvidos;
  • Retire os sapatos e não fique sobre nenhuma superfície sintética; pode ficar de meias, sobre o piso. Caso seu ambiente seja acarpetado, use o piso da cozinha, da área de serviço ou até do banheiro! Ambientes naturais também são adequados, como terra, grama, areia, madeira, pedra, mármore, granito, etc.;
  • Posicione-se em pé, braços ao longo do corpo, pernas ligeiramente afastadas
  • Pessoas que necessitam de cadeiras de rodas ou que não podem ficar em pé, podem realizar a construção sentadas.

Link para o áudio, alojado no site SOMOS TODOS UM

3 Comentários

Arquivado em Tutoriais

Veículo Interdimensional 1 – explicação geral

Imagem de Ricardo Padilla

Chegou o tão esperado momento de construir seu Veículo Interdimensional e antes disso, é preciso que você esteja certo de que leu os artigos anteriores.

As principais informações são:

Neste artigo, vamos falar, especificamente do veículo, na tentativa de colocar as questões gerais. Por isso, sua leitura será complementada pelos textos anteriores. (Leia os três artigos que compões este tutorial – explicação geral, como fazer e perguntas e respostas. Não ouça o áudio se não for fazer o veículo.)

A quinta dimensão é mais presente do que imaginamos. Nossos irmãos pleidianos falam, com tranquilidade, que está ao alcance das mãos, o que quer dizer que, se pudéssemos, já teríamos acesso a ela. Na verdade, temos!

Aqui, cabe um parênteses. A quinta dimensão tem dois níveis; o primeiro é interno e já é nosso, “de nascimento”. Atualmente, a quinta dimensão interna é amplamente conhecida dos que fazem meditações específicas; em alguns momentos, durante o sono e através da criatividade, quando esta é acompanhada de lampejos e visões de situações e seres que não estão no arcabouço de conhecimento do criador. O Exercício do Espaço do Coração é um meio real e muito fácil de chegar a esta dimensão e por isso, é tão importante praticá-lo, o máximo possível.

Já a quinta dimensão externa, essa sim será nossa conquista na Era de Cristal, mas preste atenção: acessaremos esta situaçãoconscientemente e essa é a grande diferença entre todos os processos conhecidos e o que vem por aí.

O plano geral de evolução não nos proporcionaria algo que não pudéssemos alcançar. Assim, através dos pontos principais de energia que já temos no nosso organismo – os sete principais chakras -, uma nova estrutura energética se molda e produz o oitavo chakra, e é a ele que damos o nome de Veículo Interdimensional. Estamos, então, nomeando pela função, mas você poderia, simplesmente, chamá-lo de oitavo chakra.

No trabalho que realizamos, de construção, percebemos que crianças até 14 anos de idade já têm a estrutura formada. Por este motivo, inferimos que as novas gerações que aqui habitarem virão com o veículo formado e é isso mesmo que tem que acontecer.

Quanto a todos nós, que somos mais velhos do que isso, existem duas situações:

  • poderemos formar o nosso veículo antes, durante ou depois da ativação
  • poderemos escolher esperar pelos próximos passos… quem sabe, o próprio Universo não se incumbe de fazer isso por nós, depois da ativação?

Quanto aos que optarem pelo primeiro caso, o de formar o veículo, esta é uma alternativa de apenas um passo, ou seja: feito o veículo, nossos chakras como que se “lembram” do formato que terão que adquirir e nunca mais, você precisará fazê-lo.

Construir o veículo agora, antes da ativação, é, segundo os pleidianos, uma garantia a mais de proteção energética. Não se trata, absolutamente, de poupar os que têm o veículo; mas é fato que estarão melhor preparados durante as semanas de ativação da kundalini da Terra, quando uma força energética descomunal influenciará todos os habitantes do planeta, sem exceção.

Assim, certos de você leu os artigos e tem convicção de que o veículo é para você, pedimos para que passe ao próximo artigo, onde um texto com instruções gerais precede o áudio de construção.

Ele foi gravado com duas trilhas que foram colocadas juntas, na mesma faixa. Uma delas é a matriz energética dada diretamente pelos pleidianos e feita por eles, ou seja: um presente mais do que valioso. Aproveite, é seu!

Seja Luz!

* sugerimos que você leia os três artigos deste tutorial antes de construir seu veículo.

Leia também:

Veículo Interdimensional 2 – como fazer

Veículo Interdimensional 3 – perguntas e respostas

2 Comentários

Arquivado em Tutoriais

Tutorial de Construção do Veículo, adiado para 10/10

Olá, amigos!

No nosso cronograma, a data de envio do tutorial parte 3 – Construção do Veículo – estava marcada para ontem, dia 7/10.

Mas, alguns problemas técnicos nos fizeram adiar a postagem para quarta-feira, dia 10 de outubro.

Sabemos que terão um pouquinho de paciência e agradecemos por isso.

Enquanto aguardam, mergulhem no Exercício do Espaço do Coração e comecem seu alinhamento, ou aguardem pela informação por inteiro, para iniciar o processo.

Sejam Luz!

Em tempo: pedimos a todos que fizeram a inscrição para receber emails de avisos sobre os tutoriais, que olhem suas caixas de emails porque temos mandado mensagens e elas caem direto em suas caixas de Spam! Por favor, verifiquem. :)

Deixe um comentário

Arquivado em Sobre o Trabalho